quinta-feira, 6 de abril de 2017

Você é Hannah Baker ou um dos 13?

Há umas duas semanas eu comecei a ler o livro "Os Treze Porquês". Como descrevi na resenha do livro, eu já conhecia a obra e sempre tive muita curiosidade em saber o desfecho disso tudo. Claro que a vontade aumentou, depois deu perceber que faziam poucas semanas pra estreia da série produzida pela amada Netflix.



Passou-se o tempo e a série agora já faz parte de um dos catálogos mais comentados e assistidos da Netflix. No dia seguinte da estreia eu levei um susto quando abri minhas redes socais e vi que a internet só falava da série e cada vez mais gente começava a entrar na triste história de Hannah Baker. A obra tem uma mensagem muito forte sobre o quanto somos importantes na vida do outro e, no tanto de vezes que agimos sem perceber o impacto que causamos na vida dessas pessoas.

A depressão é uma das principais doenças que ouço se queixarem amigos, familiares e até mesmo conhecidos da internet (Esses últimos da lista são os que mais vejo). É fato que as pessoas preferem desabafar com quem estão longe,por trás de uma tela. Isso é fácil de compreender. Até porque uma pessoa que você não vê fisicamente e está por trás de um computador, ou celular, tem minimas chances de espalhar sobre a sua vida e te deixar constrangido em ocasiões. E Hannah? Ela teve em quem se apoiar?

Eu lendo o livro: 

 Passadas algumas fitas, me fragei com um pouco de antipatia por Hannah, admito. Por um descuido em algum momento comecei a achar que ela talvez fosse uma garota dramática demais. Passada mais algumas fitas, percebi que fui um tolo e, percebi também que muita gente age assim na vida real. Quando um amigo busca ajuda em você, ele tem sua ajuda ou te escuta dizer que tudo vai passar, que é apenas uma fase e que não vale a pena fazer drama?

Acompanhando as redes socais pude encontrar muita gente se identificando com Hannah Baker e poucas pessoas se colocando como "um dos 13". Eu parei pra pensar sobre essas definições e acabei achando uma resposta óbvia e muita válida. Hannah Baker e "Os treze" são seres humanos comuns e cada um de nós já estivemos em uma dessas situações alguma vez na vida. Recomendo todos a lerem o livro, Entenda um pouco mais sobre a obra.

8 comentários:

  1. conheci o livro ainda no ensino fundamental, minha professora no qual eu era muito amiga me deu o livro, eu sofria muito na epoca com bullying, ela me deu e disse para nao fazer como a hannah. o livro é um dos meus preferidos
    ainda nao terminei a serie, mas estou gostando
    tem sorteio rolando no blog, participa
    http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Carla!! Fiquei aqui imaginando como deve ter sido esse momento pra você *-*

      Excluir
  2. Oie Rael,
    Eu li o livro por esses dias também e super fiquei tocada. Estou para ver a série, quem dizem ser bem melhor haha
    Muito triste, mas é verdade, a maioria sempre acha que é drama ou falta do que fazer. Ano passado eu tive problemas sérios por causa da ansiedade. Então, quando comentei com minha mãe sobre as coisas que a médica disse, ela fez pouco caso, dizendo que era frescura, falta do que fazer e que eu devia ir pra igreja. Eu já esperava isso dela, então procurei e pesquisei outros meios, porque sim eu quero me salvar.

    tenha um ótimo final de semana.
    Fizemos algumas mudanças no Obsession Valley, e com isso mudamos o nome. Venha conhecer o Canto Cultzíneo!
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não assisti a série, mas pelo que me contaram eu também acho que tenha ficado melhor que o livro (Não vejo isso como algo ruim, é tão difícil encontrar adaptações melhores que os livros né? heheh). Bem triste isso que você passou. Que pena que sua mãe lhe tratou dessa forma, mas olha na maioria das vezes é falta de informação sobre. Obg por passar por aqui Bjs

      Excluir
  3. Confesso que não vi a série porque não é muito o estilo que eu curto, mas as discussões geradas pelo seriado são tão pertinentes! Infelizmente, suicídio é visto e tratado com tanta ignorância ainda, e uma série abrir portas pro dialogo como essa série abriu é muito importante!
    Eu acho que todos somos porques na vida de alguém, mesmo sem querer ou saber, vamos machucar alguém de alguma maneira ou de outra... Mas saber estar presente e tentar minimizar o máximo isso, é o que pode salvar a vida de alguém...
    Beijos
    http://penultima-janela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo demais com o que você disse. Temos uma grande chance de magoar alguém, mesmo sem querer pode acontecer. Acho que a mensagem da série é muito boa porque nos faz olhar o outro de uma forma mais cuidadosa. Bjs

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    O livro está na minha lista de leitura há algum tempo, mas ainda não li. Quando saiu a série na netfix não aguentei e tive que assistir antes de ler. Posso dizer que realmente me tocou.
    Também me fiz essa pergunta e percebi que algumas vezes acabamos por ser ambos. Tanto a Hannah quanto um dos porquês.
    Seguindo o blog.

    Beijos
    construindoestante.blogspot.com.br || Concorra a um vale presente de R$40,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eliana. Eu ainda não vi a série mas pelo que tenho ouvido nos últimos dias me parece ser muito superior ao livro e até mesmo mais profunda. Estou doido pra assistir logo. Obg por passar por aqui linda. Bj <3

      Excluir

Copyright © 2017 | Design : Sanyt Design | Tema: Blogger | Diário Pessoal • voltar ao topo